Geoprocessamento online na gestão pública municipal

Para a grande maioria dos municípios brasileiros o gerenciamento espacial de propriedades e lotes é um problema crônico que demanda solução urgente para governanças. A exigência por modelos de gerenciamento práticos e transparentes, oferencendo bases reais e confiáveis para tomadas de decisão, nunca foi tão pertinente..

Para entender a gravidade do tema é preciso observar, por exemplo, a execução e desenvolvimento de um plano diretor municipal, condizente com expectativas sociais e urbanas. A ação depende de soluções eficientes para administração espacial dos territórios. Tratam-se de ferramentas que já estão disponíveis no mercado mas que foram apropriadas por poucos governos municipais.

A atualização dos modelos tradicionais de geoprocessamento deve ser tratada como prioridade. A falta de investimento em tecnologias eficientes, melhor adaptadas à administração pública, pode custar caro às contas municipais e, consequentemente, para a população que vive nelas. Para entendermos a dimensão dos prejuízos basta considerar que praticamente todos os aspectos urbanos se processam em uma unidade geográfica organizada definindo as propriedades e prioridades de um município. O que isso quer dizer? Basicamente que, no âmbito da administração pública, quando o município não investe em soluções de geoprocessamento urbano, ele deixa de investir no planejamento da cidade e nas estruturas institucionais dela. Do transporte público à saúde, do zoneamento à educação, o uso de geoinformação e geotecnologias otimiza toda estrutura e serviços do município antes mesmo deles serem inaugurados.

Tecnologias de geoprocessamento eficientes, quando aplicadas à administração pública, garantem o acesso à informações integradas promovendo a gestão do território. A sociedade, dessa forma, usufrui, a longo termo, de serviços públicos mais eficientes e de melhor qualidade. Trata-se, portanto, de um investimento de baixo custo relativo que promove a sustentabilidade econômica e social do município a médio e longo prazos.

Sistemas web centralizados, com a representação cartográfica dos espaços municipais a partir de informações técnico-descritivas potencializam a gestão municipal. O uso destas ferramentas permite a disseminação de conteúdo entre todos os órgãos municipais e para o público, tornando as ações da prefeitura mais eficientes, transparentes e econômicas. A tecnologia para esse upgrade está disponível no mercado e registra grandes benefícios entre os municípios que implantaram sistemas de geoprocessamento digitais.